EM BUSCA DA FELICIDADE

postado em: Artigos | 0

Correr em busca da felicidade pode ser uma tarefa vã. Nossa cultura e os meios de comunicação promovem uma ideologia de que a felicidade pode e deve ser conquistada. Nesse pensamento, os interesses da indústria se alinham aos meios de comunicação e acrescentam que para ser feliz devemos consumir tudo quanto desejamos, ou somos levados a desejar pelas propagandas, e quando isso acontecer seremos felizes. Todavia essa promessa de felicidade pós consumo, de conquista e de vitória na vida, acaba se demonstrando como a fábula do pote de ouro no final do arco íris. A felicidade se torna alvo de uma fantasia que está sempre por vir e nunca se concretiza de fato na vida das pessoas, e como na palavra de Eclesiastes diz, tudo isso é “correr atrás do vento”.

Então, onde estará a felicidade? Veja o que o diz o livro de Neemias:
“… não vos entristeçais, porque a alegria do Senhor é a vossa força.” Neemias 8.10

A compreensão de felicidade não é produto de uma ação ou conquista. Felicidade é a convicção daquilo que já nos foi dado, ou seja, uma vida de alegria e gratidão pela graça e amor de Deus. Porque alegria não é resultado, mas é o motor de Deus que propicia que vivamos com a esperança que o próprio Deus está ao nosso favor e auxílio.

Assim, tudo em nossa vida é movido pela alegria de ser amado profundamente por Deus a ponto de entregar seu único filho para morrer em nosso lugar, pela alegria de ter um Deus vivo que se relaciona de forma única e pessoal com cada um de seus filhos e filhas e por ser cuidado diariamente por Aquele que tudo pode fazer para que sejamos o melhor que podemos ser.

Em todas as circunstâncias, quando os inimigos criticarem aquilo que você está construindo (como ocorre no livro de Neemias) e em seu coração se sentir desmotivado, cansado e triste; volte seus ouvidos para o que Deus tem a dizer a você e, certamente, você escutará: não se entristeça, pois a alegria do Senhor é a sua força!

Pr. Rodrigo Dalla Costa