OS QUE TE AMAM BRILHAM COMO O SOL

postado em: Artigos | 0

Esta declaração foi feita pela juíza Débora, em seu cântico, depois de ter conquistado vitória junto com Baraque sobre os exércitos de Cícera.

A Bíblia diz que Débora saiu do anonimato para resplandecer a gloria de Deus no meio de uma nação que vinha sofrendo bastante, por conta de seu próprio pecado, é claro.

Segundo o livro de Juízes, a nação de Israel havia caído em descrédito. Os inimigos não tinham mais medo dos hebreus, aliás, nesse contexto, a nação escolhida foi por vezes ridicularizada e literalmente saqueada pelas nações vizinhas. “Até que”… Preste muita atenção nesta expressão. Tudo isso aconteceu até que uma mulher decidiu aceitar o chamado de Deus para ser uma juíza, uma verdadeira libertadora. Nas palavras da própria Débora, Deus a colocou por mãe em Israel, tamanha era a sua influência.

A disposição de Débora encorajou Baraque, que a desafiou a ir junto para a batalha. Esta mulher confiava tanto no Senhor que mesmo sendo mulher, mesmo “sem armas”, mesmo sem conhecer estratégias militares, ela foi para o campo de confronto e viu o livramento do Senhor, contemplou com seus olhos Deus devolvendo a dignidade para a nação, que tanto amava. Depois de Débora, Israel ficou em paz por 40 anos, voltou a ser referência, exemplo de uma nação vencedora para todos os outros povos.

Mas, além de Baraque, praticamente todas as tribos se dispuseram também para engrossar as fileiras dos exércitos de Israel, com exceção das tribos do Rubem, Gileade e Dan, que ficaram dalém do rio apegadas ao seu conforto, envolvidas em suas próprias brigas, etc.

Semelhantes a Debora devemos pedir que nosso caráter cristão também brilhe como o sol, que “este até que” encontre espaço em nossas vidas hoje, para a glória do Senhor.

Pr. Giovani Eduardo