EFEITOS DA GRAÇA

postado em: Artigos | 0

O que significa GRAÇA? “Graça é Deus se dando em plena aceitação de alguém que não a merece, jamais poderá adquiri-la e jamais poderá pagá-la” (Charles R. Swindoll). Gostaria de investir um pouco do nosso tempo
para refletirmos um pouco sobre os efeitos da Graça de Deus, a partir do texto que Paulo escreveu aos efésios (Ef. 2:1-10).

1 – Libertação do cativeiro do passado (v. 1-3) – É fato que os que foram retirados das senzalas de Lúcifer não lhe pertencem mais. É fato que os filhos de Deus não se perderão eternamente, pois a obra da cruz é
eficaz por toda a eternidade. Contudo, nem os filhos de Deus foram levados para o céu imediatamente após sua salvação, nem Lúcifer foi precipitado para o lago de fogo e enxofre. Logo, os dois convivem num mesmo espaço – a terra. Creia que um dos efeitos da graça é anular, para Deus, o seu passado. Para Ele não importa o que você foi ou quem você foi; importa em quem você está sendo transformado.

2 – Concessão de autoridade espiritual (v. 6) – Um dos efeitos da Graça de Deus é a concessão de autoridade espiritual que tem seu fundamento em Cristo (Mt. 10:1; 28:18,19; Mc. 3:14; 6:7; Lc. 10:19). Ignorar isto significa se submeter novamente à tirania de Lúcifer.

3 – Conscientização quanto à grandeza da salvação (v. 7,8) – Somente pela graça alguém pode ter a consciência da sua terrível condição de pecador perdido se dirigindo para a morte eterna. Pela graça de Deus
este pecador começa a sentir as chamas a queimar-lhe a alma. Pela fé ele começa a acreditar em Deus, e, em virtude disso, não para, porém grita: “Deus, aqui! Aqui Deus! Olhe para baixo! Aqui! Aqui! Eu estou aqui! Salva-me Deus!” Quando alguém tem consciência da profundidade da perdição, passa a reconhecer a grandeza da salvação de Deus realizada por intermédio de Cristo no Calvário.

4 – Revelação do propósito de Deus para as vidas dos seus filhos (v. 10) – O propósito de Deus para a vida dos seus filhos é o engajamento com as “boas obras” do Seu Reino. Ele separou estas “boas obras” desde a eternidade para que os salvos andassem nelas e as praticassem como evidência de sua salvação pela graça somente.

Pr. Giovani Eduardo